Sexta-feira, 31 de Dezembro de 2010

BFC NO REDUTO DA MÁFIA

 

!BqyZEtwBWk~$(KGrHqMH-CMEvC3Une4iBLw4j+e1uQ~~_12

 

 


publicado por PNvelhaguarda às 00:22
| Dá o teu bitaite | Todos os bitaites (6)
Terça-feira, 28 de Dezembro de 2010

CAXES COM HISTÓRIA

 

!C!t-,8gBWk~$(KGrHqF,!g8EzeNlEHFqBNEOtBmGiw~~_12

 

!C!uBe-!!2k~$(KGrHqZ,!kwE0FEv!b),BNEO2Uoefg~~_12

 

 


publicado por PNvelhaguarda às 01:15
| Dá o teu bitaite | Todos os bitaites (2)
Domingo, 26 de Dezembro de 2010

Estoril Praia Vs BOAVISTA FC ( ÉPOCA 08/09 )

 

120

220

210

180

 

Já por aqui publicado : http://pnvelhaguarda.blogs.sapo.pt/315032.html

 


publicado por PNvelhaguarda às 13:57
| Dá o teu bitaite | Todos os bitaites (2)

ANIVERSÁRIO DE UMA GRANDE BOAVISTEIRA...

 

162602_1531590645275_1100026514_31172966_2089891_n

162922_1531617365943_1100026514_31173116_4022517_n

DSC00215

 

... que decorreu no restaurante de um ícone axadrezado de seu nome Petit e que apesar de contar com convidados de vários clubes, foram sem duvida alguma os boavisteiros presentes que animaram e deram um colorido especial à festa, como aliás não poderia deixar de ser.

O anfitrião Petit foi incansavel e tanto gostou do ambiente criado, que nos acompanhou "all night long" pelas ruas da invicta... um verdadeiro senhor...

 


publicado por PNvelhaguarda às 11:01
| Dá o teu bitaite | Todos os bitaites (14)
Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2010

MERECIDO TEMPO DE ANTENA AO FUTSAL

 

 

Nesta quadra que se avizinha o Departamento de Futsal do Boavista FC decidiu fugir um pouco às habituais mensagens de um "Santo Natal e um próspero Ano Novo", que obviamente desejamos, a todos os Boavisteiros.
Decidimos fazer um balanço daquilo que foi 2010 e do que perspectivamos para 2011.
Importa dirigirmo-nos em primeira instância aos seccionistas e treinadores, que sob o denominador comum que é o amor ao Clube transportam as suas cores todos os fins de semana pelos pavilhões deste país e trabalham arduamente durante a semana no que reconhecemos ser um enorme sacrifício pessoal e familiar. Mas o Boavista é também a nossa casa e só assim nos sentimos bem.
Esse trabalho nunca é em vão. Só assim conseguimos acompanhar largas dezenas de crianças e jovens, apoiando-os não só desportivamente, mas fundamentalmente do ponto de vista afectivo. Conseguimos proporcionar-lhes uma prática desportiva saudável e em competição e porque não dizê-lo habituá-los a sentir o Clube e as vitórias, entre as quais se destaca a categórica conquista do Campeonato Nacional de Futsal de Juvenis.
Uma palavra particular de apreço aos atletas e equipa técnica dos Séniores, que sabe Deus com que sacrifício, com eles conseguimos trilhar um caminho que, estamos certos em breve nos catapultará (não nos apareçam pedras aínda maiores do que as que já temos no nosso caminho) de forma sustentada para os mais altos patamares do Futsal Nacional.
Por fim um abraço especial aos nossos simpatizantes e adeptos, em especial aos Panteras Negras que constituiram em 2010 o 6º jogador, contribuindo sobremaneira para muitas das nossas vitórias.
Os desejos que formulamos para 2011 é que aqueles que por um ou outro motivo se afastaram regressem ao nosso meio, que os que cá estão continuem dedicadamente a trabalhar como o têm feito, que cada boavisteiro independentemente das suas responsabilidades dê o seu contributo para o nosso sucesso, e que a sorte que não raras vezes nos vira as costas volte a sorrir para nós.
Um Santo e Feliz Natal para todos!


O Departamento de Futsal do Boavista FC
 
 

publicado por PNvelhaguarda às 12:47
| Dá o teu bitaite
Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2010

U. TOMAR Vs BOAVISTA FC ( ÉPOCA 73/74 )

 

15-boavista-ut

 

 


publicado por PNvelhaguarda às 23:32
| Dá o teu bitaite

OFF FOOTBALL ... MUSIC TIME ...

 

 

 

O orgulho deste povo
Que não é bem sucedido
Dá-lhe o nome de fado
Canto triste e deprimido
Ela é a nossa Amália
Que dá voz a Portugal
Dos brutos e analfabetos
Dos trolhas e calgeiral
Cunhas que tocam guitarras
Perpetuando as desgraças
O cantar das ladaínhas
Arrastando o cu nas tascas
Portugal dos pequeninos
Da mentalidade tacanha
Onde se fazem elogios da preguiça e da manha

A moral de beata, espirito de sacristão
De joelhos até Fátima
Mendigando perdão
Choram leite derramado
Por cometer o pecado
Para o ano voltarão
Se o caldo entornado
Tudo pode ser perdoado
Com algumas orações
Até o voto errado, em ano de eleições

No país de marinheiros
O barco anda à deriva
Heróis do mar nobre povo só querem putas e pinga

A bola alegra a malta
O povo da vista estreita
Marca a porra do golo que a festa fica feita
À que pagar as cotas
E promover a riqueza
Primeiro está o clube
Só depois o pão na mesa
Podemos não saber ler
Ganhar é no futebol
O trabalho é só pó preto
P'ra nós é só tintol

Portugal dos pequeninos
Da mentalidade tacanha
Onde se fazem elogios da preguiça e da manha
No país de marinheiros
O barco anda à deriva
Heróis do mar nobre povo só querem putas e pinga


publicado por PNvelhaguarda às 23:15
| Dá o teu bitaite
Segunda-feira, 20 de Dezembro de 2010

VALEU PELA VITÓRIA E PELA CAMARADAGEM...

 

DSC00185

DSC00186

DSC00189

DSC00192

DSC00196

DSC00199

 

1º foto - Como no Bessa às 8h30 da matina só apareceram 13 panteras, a camioneta não arrancou, ainda assim era impensavel não pormos a nossa faixa no estádio do adversário, vai daí e depois de muita discussão e de muita contabilidade para ver se o dinheiro era o suficiente para a viagem, lá conseguimos encher dois carros e por volta das 10 da manhã lá rumamos finalmente ao Alentejo, mais concretamente a Ponte de Sor ( a 300 kms da cidade do Porto ) .

A viagem era longa e como GPS era coisa que não tinhamos, cedo nos perdemos no meio de nenhures, após quase 100 kms extra e com algumas aventuras pelo meio, eram quase 14h30 quando conseguimos chegar ao destino.

 

2º foto - A roubalheira continua por estas aldeias de Portugal, desta feita 9€ foi a módica quantia que nos pediram por um bilhete para ver a bola no 3º escalão do futebol português... surreal...

 

3º foto - E surreal também era o desmesurado contigente policial que esperava pela a chegada dos 10!! terriveis terroristas do Bessa, esta foto apesar de mostrar só por volta de 30% do exército de "geninhos" presente, dá para ter a noção do ridiculo da situação... volto a repetir, eramos 10!! ultras para cerca ( e não estou a exagerar ) 50 GNR´s, alguns deles devidamente equipados com escudos e viseiras...

 

4º foto - Já dentro do estádio juntamo-nos aos restantes adeptos do Boavista e todos juntos apoiamos a equipa durante os 90 minutos de jogo.

 

5ª foto - Jogo esse que foi de facto muito fraco e que valeu acima de tudo pela vitória e pela conquista dos três pontos, sinal mais para Beré que bisou e sinal menos para a nossa defesa... ridiculo o golo que sofremos frente aquela que é certamente a equipa mais fraca da série.

Ganhamos é certo, mas não convencemos e o futebol jogado não foi de facto bonito de se ver.

 

6ª foto -  No final do jogo e já com a sensação de dever cumprido, era altura de rumar para a Invicta, não sem antes juntarmos os poucos "cobres" que sobravam e colectivamente matar a fome com umas sandes manhosas "made intermaché da zona"...

 

Despesa média por carro : 70€ de gota + 29€ de portagens + 45€ de bilhetes + 50€ de morfes e de bejekas = +- 40€ por elemento.

  

 

 

ASSIM SE VIVE ULTRA !!

 


publicado por PNvelhaguarda às 01:23
| Dá o teu bitaite | Todos os bitaites (3)
Sexta-feira, 17 de Dezembro de 2010

DESLOCAÇÃO A PONTE DE SOR

 

 

PARTIDA: 8H30 NA PANTERA

PREÇO: 12€

MARCAÇÕES: 917020672

 

NÃO FALTES!!

 


publicado por PNvelhaguarda às 11:37
| Dá o teu bitaite
Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010

FELIZ NATAL PARA TODOS

 

DSC00183

 

In "Serial Killers"

 


publicado por PNvelhaguarda às 12:18
| Dá o teu bitaite | Todos os bitaites (5)
Quarta-feira, 15 de Dezembro de 2010

BOAVISTA FC Vs UNIÃO TOMAR ( ÉPOCA 73/74 )

 

imgp8681

 

Estádio do Bessa, no Porto

Árbitro – Ismael Baltasar, de Setúbal

 

BOAVISTA FC – Vitor Cabral (2); Bernardo da Velha (1), Mário João (2), Barbosa (2) e Lobo (3); Branco (3), Taí (3) e Acácio (3); Moinhos (3), Moura, «capitão» (1) e Salvador (2)

 

U. TOMAR – Nascimento (2); Faustino (2); Kiki (1), Cardoso (1), Raul (1) (45m – Bolota (2)) e Fernandes (1); Pavão (2), Raul Águas (2) e Manuel José, «capitão» (1); Camolas (1) e José do Carmo (1) (62m – Caetano (1)

 

1-0 – Moinhos – 27m
2-0 – Moinhos – 33m
2-1 – Bolota – 52m
3-1 – Moinhos – 68m

 

«Substituições: duas apenas, ambas efectuadas pelo União de Tomar e ambas no segundo tempo. A primeira, quando a equipa regressou da cabina, saindo Raul e entrando Bolota (2), a segunda aos 17 minutos, saindo José do Carmo e entrando Caetano (1).

Resultado do primeiro tempo: 2-0.

1-0 aos 27 minutos, por Moinhos. Golo bem preparado, com a bola a correr de Moinhos para Acácio e deste para Salvador. Salvador embrulhou-se com [o] esférico, mas acabou por o empurrar para a baliza. Acorreu um defensor, mas Moinhos mais lesto, foi quem veio a empurrar a bola para o golo.

2-0 aos 33 minutos, por Moinhos. Moinhos foi lançado que correu com a bola, flectiu para dentro, passando por entre dois defesas e quando Nascimento se adiantou, com um toque suave, bateu o guardião contrário.

Resultado do segundo tempo: 1-1.

2-1 aos 7 minutos, por Bolota. Pavão, depois de ser lançado, efectuou um centro do lado direito. Camolas, na passada, tocou o esférico para Bolota e este, com um toque ligeiro, alcançou o tento.

3-1 aos 23 minutos, novamente por Moinhos. Branco recebeu o esférico de Acácio e lançou Moinhos, o qual, isolado pelo passe do companheiro, rematou forte, da direita para a esquerda, obtendo o seu terceiro golo e fixando o resultado da partida.

 

29-boavista-ut

 

Em situação delicada na tabela da classificação, a equipa do União de Tomar tingiu de cautelas o começo da partida que ontem disputou, contra o Boavista, no Estádio do Bessa. Com Faustino jogando liberto de marcação a qualquer adversário, entre Nascimento e quatro defesas, e Raul Águas no miolo do campo, para se meter entre Camolas e João do Carmo, os dois jogando junto das linhas laterais, bem abertos, a clara intenção do processo nabantino era a de impedir o golo adversário, procurando chegar a ele em contra-ataques rápidos. O caso, porém, é que o «onze» forasteiro não passou da intenção, sem embargo de chegar quase à meia-hora com o resultado inicial, a despeito do domínio territorial «axadrezado», de antemão oferecido pelo antagonista, que fechara, todavia, todos os caminhos que poderiam levar até à baliza de Nascimento.

Na equipa da casa, Acácio foi então quem mais lutou para vencer a tenacidade defensiva dos visitantes, adiantando-se pelo seu corredor ou metendo-se para dentro, mas toda a sua lúcida actuação acabou por fracassar antes do remate final ou já neste, transviado em demasia.

Com o Boavista ao ataque, não surgiram, também, ensejos para o contra ataque adversário, lento em demasia a passar das suas cautelas defensivas para um contra-ataque que, sem rapidez, não lograva fazer oscilar a defensiva local onde o poder atlético de Mário João e de Barbosa ganhava os lances sem dificuldade.

Durante mais de vinte minutos, o futebol praticado foi pobre, sem emoção e sem beleza, pese embora toda a acção de Acácio, vivo e azougado, pisando bem o terreno, reagindo francamente ao ataque.

De repente, porém, o Boavista carregou no acelerador e deu cabo da sistematizada e reforçada defesa de Tomar. Aos golpes de Acácio juntou-se a velocidade de Moinhos e a isso ainda se somou a boa visão dos lances por parte de Branco, que sabe de sobra como enfunar as velas de Moinhos, pondo-lhe a bola a correr na sua frente.

Moinhos iniciou o lance do primeiro golo, que depois de ter estado à vista parecia já impossível. Mas a sua velocidade de pernas permitiu-lhe ir ainda aproveitar o lance e marcar o tento.

Subiu claramente o Boavista, mais rápido, mais versátil e de muito maior imaginação. Acácio perdeu o segundo golo, concluindo com um remate ao lado uma jogada toda ela feita ao primeiro toque. Mas o novo tento tardou pouco. Branco lançou Moinhos e este, em corrida e com a bola controlada, na sua jogada típica, passou por dentro do central que o marcava e por fora o companheiro que dobrava o defesa batido, culminando o seu vertiginoso «slalon» com um toque pleno de subtileza, quando Nascimento se adiantava desesperadamente para a tentativa de defesa, que não resultou.

Ainda houve outro lance de golo, quando um corte de Barbosa levou o esférico a Salvador. O cruzamento deste levou a bola a Moinhos, que passou Nascimento, de novo a adiantar-se, tocando o esférico para dentro mas de forma a bater na base do poste mais próximo, precisamente ao lado de fora.

Embora adiados, os golos do Boavista acabaram por aparecer, não surgindo, porém, qualquer contra-ataque perigoso do União de Tomar, que o conduzisse ao golo ou pelo menos a situação de apuro para a baliza de Vitor Cabral.

Daí que os forasteiros regressassem para o segundo tempo com outro sistema, assente em menos cautelas defensivas e visando já um maior poder atacante. A saída de Raul levou Faustino para o grupo dos quatro defesas e a entrada de Bolota deu outra dimensão ao ataque, acompanhada também pelo avanço de Pavão no lado direito.

Daqui resultou um despique mais amplo, já a todo o comprimento do terreno e não só em metade do campo, como sucedera inicialmente. E como o «onze» visitante cedo chegou ao golo, aliás em lance bem esquematizado, com solicitação ao extremo, centro recuado deste e toque de Camolas para a frente, apanhando a defesa nos dois golpes, sempre em contra-pé, a partida ganhou outro interesse.

Todavia, a superioridade do Boavista não chegou sequer a ser posta em dúvida, a despeito deste perder, de imediato, dois golos. No primeiro lance, a bola foi a Branco e o centro, com o esférico rente à relva, chegou a Moura, o qual, a dois metros da baliza, e com o pé de dentro acabou por levantar excessivamente o esférico. No segundo, perdeu-se o que era capaz de ter sido o mais espectacular dos golos do encontro. Acácio, com Moinhos a internar-se a solicitar o passe, pôs-lhe a bola a correr à frente. Passado o defesa, na corrida, e driblando Nascimento, que se adiantara, o remate de Moinhos veio a sair ao ladinho do poste, com a baliza desguarnecida.

O terceiro golo apareceu mais tarde, aliás com naturalidade. Branco «viu» outra vez o lance mais aconselhável e pôs o esférico em Moinhos, isolando-o na área. Desta feita, Moinhos não perdoou e fez o seu terceiro golo.

O vencedor estava achado, aliás com todo o mérito. A solidez defensiva, assente na autoridade de Mário João e Barbosa, começara por justificar mais merecido e mais meritório ainda em função de toda a tarefa catalizadora de Branco, Taí e Acácio, um meio-campo hábil, talentoso, sempre em movimento, que se fartou de empurrar o ataque, onde Moura andou um pouco perdido e Salvador não conseguiu atingir o nível habitual. Moinhos, porém, marcou por todos, ainda que tivesse a ficado a dever golos a si próprio.

É certo que, à entrada do quarto de hora final, na sequência de um desentendimento da defesa contrária, Bolota acabou por ficar só diante da baliza, apenas com Vitor Cabral na sua frente. O remate fez subir por demais o esférico e a hipótese dos 3-2, claríssima, veio a perder-se, perdendo-se também, por certo, um final mais emotivo. Mas nos nabantinos, sem força de ânimo para superar as contrariedades, vencidos já por toda uma série de maus resultados anteriores, a que se juntava em definitivo a derrota evidentemente, ficou ainda a coragem para lutar, lutar sempre, com afinco e determinação mas sem a convicção que resultaria de uma situação mais tranquila na tabela da classificação.

Não houve outra hipótese de golo, com o Boavista a actuar já em jeito de tranquilidade e o adversário a lutar «à pressão», aplicado mas sem serenidade e também sem forças.

Assentou a acção mais certa dos vencedores no meio-campo, através do qual Mário João e Barbosa foram quase impecáveis, e à frente dos quais Moinhos foi simplesmente demolidor.

Nos vencidos, a acção de Pavão e Bolota esteve na base dos melhores lances ofensivos do segundo tempo, que foi o período em que Tomar atacou de facto.

Certa e facilitada pela correcção da luta, a arbitragem de Ismael Baltasar, que não teve qualquer problema durante toda a partida.»

 

(“A Bola”, 04.06.1973 – Crónica de Álvaro Braga)

 


publicado por PNvelhaguarda às 13:07
| Dá o teu bitaite | Todos os bitaites (1)

OFF FOOTBALL ... MUSIC TIME ...

 

 

James Hetfield ? Henry Rollins ? Marilyn Manson ?

 

Perante os constantes boatos que davam conta da iminente saida de Till Lindeman da liderança dos Rammstein, a banda não esteve com meias medidas e elaborou um videoclip soberbo, bem ao estilo da old school R+...

  


publicado por PNvelhaguarda às 00:22
| Dá o teu bitaite
Terça-feira, 14 de Dezembro de 2010

SIGA A RUSGA...

 

 

... que infelizmente já estamos habituados a sofrer.

 


publicado por PNvelhaguarda às 12:10
| Dá o teu bitaite | Todos os bitaites (2)

"ZÉ DO BONÉ" SÓ HOUVE UM...

 

[33+-+70+Decada+L3.jpg]

 

...o resto não passa de imitações baratas.

 


publicado por PNvelhaguarda às 00:47
| Dá o teu bitaite | Todos os bitaites (1)
Sábado, 11 de Dezembro de 2010

DEVOLVAM O FUTEBOL AO POVO...

 

74656_10150353323590693_872535692_16218018_1501427

 

 


publicado por PNvelhaguarda às 11:19
| Dá o teu bitaite
Quinta-feira, 9 de Dezembro de 2010

NÓS NÃO DESISTIMOS !!

 

 

 

 

Apesar de tudo e contra tudo e todos, estaremos sempre aqui e sempre prontos para te defender...

 


publicado por PNvelhaguarda às 01:11
| Dá o teu bitaite
Terça-feira, 7 de Dezembro de 2010

INVASÃO A GONDOMAR

 

 

 

Há dois anos foi assim...

 

AMANHÃ NÃO FALTES A MAIS UMA GRANDE DESLOCAÇÃO AXADREZADA!!


publicado por PNvelhaguarda às 21:10
| Dá o teu bitaite
Domingo, 5 de Dezembro de 2010

DESPORTIVAMENTE ESTAMOS EM GRANDE

 

0

 

Excelente prestação das 3 equipas axadrezadas que sigo com mais atenção :

 

Equipa futebol da 2ºB - 5 vitórias em 6 jogos, com algumas goleadas à mistura e já estámos a lutar pelos lugares do pódio.

 

Equipa Senior Futsal - A descolar da cauda da tabela com as ultimas três vitórias consecutivas e a mostrarem que têm valor para fazer ainda muito mais.

 

Equipa Juniores futebol 11 - Após a entrada do novo treinador a recuperação tem sido meteórica, já contam com 5 vitórias consecutivas e estão a lutar pelos lugares que dão acesso à fase seguinte, algo impensável há 2/3 semanas atrás.

 

Desejo às outras formações boavisteiras espalhadas pelas mais diversas modalidades toda a sorte do mundo e que também elas façam de tudo para dignificar a mágica camisola axadrezada.

 

PELA BANDEIRA

 


publicado por PNvelhaguarda às 10:42
| Dá o teu bitaite | Todos os bitaites (6)
Quinta-feira, 2 de Dezembro de 2010

GUIMARÃES Vs BOAVISTA FC ( ÉPOCA 76/77 )

 

7_76_7~2

6 76 77 Vitoria Boavista Alfredo

8_76_7~1

 

Old style

 


publicado por PNvelhaguarda às 13:37
| Dá o teu bitaite

PRÉ TOUR - EGIPTO

 

Anthony+Me+Reese_picnik1

Sunderland20tattoo

 

Oi,
 
estive 10 dias no Egipto e nos ultimos dias tive como vizinho de piscina um hool do Sunderland e um boleiro da Nova Zelândia.
Os egipcios, aliás, são loucos por bola!!!
O português mais conhecido por lá, quase a roçar o estatuto de divindade, é o Manuel José. Quando lhes dizia que tinha sido "coach do meu team" ficavam tolos.
A equipa que ele treinou é pior que o Benfica por ai. Pelos visto pegou na equipa em baixo, ganhou tudo durante uns anos e quando saiu voltaram a cair, é esperado por lá como um D. Sebastião.
 
Resumindo a lista dos tugas mais famosos no Egipto:
 
1 - Manuel José
2 - Eu, o gajo que conhece o Manuel José
3 - Carla, a mulher do gajo que conhece o Manuel José
4 - Cristiano Ronaldo
5 - Mourinho
 
abraço!


Alemão

 


publicado por PNvelhaguarda às 11:44
| Dá o teu bitaite | Todos os bitaites (3)

Pesquisar neste blog

 

Visitas

Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Sempre Presente

últ. comentários

Em cima, da esquerda para a direita: Granja; Alcin...
Não deixa de ser uma grande equipa, espero que o m...
E quem ganhou o II Torneio Ibérico? FCPorto. Grand...
O 4º e o 5º, em pé, a contar da esquerda, são, res...
Grande equipa! Em cima, da esquerda para a direita...
O I TORNEIO IBÉRICO DE FUTEBOL JUNIOR ocorreu no a...
Esta equipa do Boavista F. C. é da época de 1954-5...
Boavista F. C. - Época de 1964-65
Esta equipa do Boavista F. C. não é dos anos 40! É...
Gostei bastante de ler este blog... e que tal uma ...

PN Bitaites


Links

Arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Desde 21/01/08

Web Statistics

subscrever feeds

eXTReMe Tracker